O DEPUTADO

O jovem agrônomo Beto Rosado, 33, saiu da fazenda onde cultiva hortaliças e cria gado, em Mossoró, para se tornar o principal representante do setor agropecuário do Rio Grande do Norte na Câmara dos Deputados. Eleito com 64.445 votos, ele ocupou a cadeira do pai, Betinho Rosado (PP), que concluiu o seu quinto mandato em Brasília.

Amante de cavalos e do dia a dia rural, o deputado tenta conciliar a vida pública e a manutenção de alguns hábitos, como estudar sanfona. Nesse caso, a inspiração vem do maior expoente da música nordestina. “Sem dúvida, Luiz Gonzaga é a maior inspiração. Uma frase de Tolstoi diz que para cantar o mundo é preciso cantar sua aldeia. Gonzaga é a essência disso”, ressalta o potiguar.

Na administração pública, Beto Rosado foi secretário de Agricultura de Mossoró, em 2013, quando implantou o plano de enfrentamento à maior seca das últimas décadas, aprovado por quem mais sofre com os efeitos da estiagem, os pequenos agricultores. “Eu fico muito à vontade ao andar na zona rural porque sempre estive ao lado do agricultor, quando fui secretário”, destaca o deputado.

“Nos momentos mais difíceis da seca, perfuramos poços onde não havia abastecimento d’água, ampliamos o programa Garantia Safra e implantamos uma rede de adutoras nas comunidades rurais. Foi um ano importante e que serviu como experiência no serviço público”, continua Beto Rosado, que também é especialista em gestão empresarial pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

A experiência bem sucedida na pasta da Agricultura foi importante para a decisão de concorrer a uma das oito vagas da representação potiguar na Câmara dos Deputados, além da tradição familiar. Beto é sobrinho da ex-governadora Rosalba Ciarlini e neto do ex-governador Dix-Sept Rosado. “Geralmente os herdeiros políticos são vistos com descrença, mas não posso negar o legado e a herança familiar. Meu objetivo é honrar esse sobrenome, renovando as ideias, com a honestidade e o trabalho que a população espera”.

Estreante no parlamento, Beto Rosado pretende levantar a bandeira da Agricultura e do Desenvolvimento Sustentável, também atento a questões como saúde, segurança e educação. “Após Nélio Dias (ex-deputado federal progressista) e meu pai, devo ser o parlamentar potiguar mais ligado à agricultura”, destaca o deputado, que vai encampar a luta pela integração das bacias hidrográficas do Rio Grande do Norte, a partir da transposição das águas do São Francisco para os rios Piranhas-Açu e Apodi-Mossoró.

“Os nordestinos enfrentam oito meses de seca, logo aprendemos a conviver com ela. Veja que o estado de São Paulo enfrenta uma seca recente e está com sérios problemas, enquanto nós vivemos assim há anos. O solo do nosso estado é fértil e precisamos incentivar novas ideias para aproveitá-lo. Com o uso de tecnologias e culturas adaptáveis ao clima, teremos boas soluções”, conclui Beto Rosado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s