Mossoró Cidade Junina e Espetáculo Chuva de Bala são homenageados na Câmara Federal

A história de resistência do povo mossoroense ao bando de Lampião e o evento Mossoró Cidade Junina receberam o reconhecimento nacional, em sessão solene realizada na manhã desta quarta-feira, no plenário da Câmara dos Deputados, em Brasília. A proposição foi do deputado federal Beto Rosado (PP/RN). 

 
O Plenário Ulisses Guimarães se transformou no palco do espetáculo Chuva de Bala no País de Mossoró, com os artistas interpretando o duelo entre o prefeito Rodolfo Fernandes e Virgulino Lampião, acompanhados pela música do artista Gianini Alencar, integrantes da quadrilha Lume da Fogueira e com participação do artista plástico Marcelo Amarelo, que finalizou com uma bela obra de arte. 

O propositor, Beto Rosado (PP) em seu discurso mencionou os principais feitos históricos de Mossoró, e enalteceu a importância do Mossoró Cidade Junina e espetáculo Chuva de Bala para a valorização da cultura Potiguar, para o turismo e economia. “Está no DNA do mossoroense a herança do pioneirismo e da valorização cultural. Precisamos garantir que as gerações futuras perpetuem o MCJ e o espetáculo chuva de Bala”, declarou. 

Em sua fala, a prefeita Rosalba Ciarlini resgatou a história do evento, que teve início em sua gestão há 23 anos.  “Mossoró não é apenas a cidade onde a mulher votou pela primeira vez na América Latina. Não é apenas a cidade onde fomos pioneiros na libertação dos escravos. Não é apenas a cidade que resistiu a Lampião. Não é apenas a maior produtora de sal, concentrando 97% da produção. Mossoró é, sobretudo, a força do seu povo, da sua gente”, declarou a prefeita.


A sessão solene contou com uma comitiva de mossoroenses, a vice-prefeita Nayara Gadelha, o secretário de cultura Eduardo Falcão, gestora cultural Isaura Amelia Rosado, Vereadores Izabel Montenegro, Emilio Ferreira, Alex Moacir e Zé Peixeiro. Os deputados federais Benes Leocádio e a senadora Zenaide Maia também prestigiaram a solenidade.